B L O G

#CobCredNews

LGPD: quais os impactos no tratamento de dados das assessorias de cobrança?

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, ou LGPD, revolucionou a forma como se faz o tratamento de dados e informações nas empresas. Isso se aplica, especialmente, nas assessorias de cobrança.

Afinal, quanto mais dados sobre o inadimplente, mais fácil é para localizá-lo e contatá-lo. No entanto, é possível recuperar o crédito e manter todos os processos da empresa de cobrança em conformidade com a legislação.

Neste artigo, conheça a importância e os impactos da LGPD no tratamento de informações nas assessorias de cobrança. Boa leitura!

LGPD e as assessorias de cobrança: como é essa relação?

Proteger a integridade de dados pessoais e impedir que sejam usados de maneira indevida. Esse é o objetivo da LGPD. A lei em vigência desde setembro de 2020, representa mais segurança, tanto para os clientes, ou titulares dessas informações, como para as próprias empresas.

Independente do segmento, todas as companhias que lidam com dados precisam se adequar à legislação. Nesse contexto, o setor financeiro foi um dos mais afetados. Em uma assessoria de cobrança, os dados são essenciais para que o contato com o inadimplente seja bem sucedido.

Porém, a LGPD não veio para restringir empresas que trabalham com recuperação de crédito. Pelo contrário, reforça práticas positivas no relacionamento com o cliente, evitando a cobrança abusiva, por exemplo.

Aqui na CobCred, entendemos o quão importante a LGPD é, afinal, lidamos com dados diariamente. Por esse motivo, nossa equipe é preparada desde a coleta e o recebimento, até o tratamento e armazenamento dessas informações.

Quais os impactos no tratamento de dados na comunicação com os clientes?

Um dos conceitos mais importantes quando falamos na Lei Geral de Proteção de Dados é o consentimento do titular. Como a legislação prevê, é necessário ter a manifestação livre de que o titular permite o tratamento de dados.

Mas, se considerarmos apenas o consentimento, isso tornaria a cobrança muito mais difícil, uma vez que muitas pessoas não têm o costume de atualizar informações junto aos fornecedores. Contudo, essa é apenas uma das 10 hipóteses para o uso de dados previstas na lei.

Então, se em uma negociação de compra ou prestação de serviços, uma das partes não cumprir a obrigação de pagar os valores previstos em contrato, o cobrador pode recorrer aos meios cabíveis a fim de receber o crédito. E isso pode ocorrer sem que o tomador do serviço tenha consentido o uso de dados para essa finalidade.

Inclusive, essa hipótese está prevista nos incisos X e IX do artigo 7º da LGPD, no que cita os interesses legítimos do controlador e a proteção ao crédito.

Além disso, quando relacionamos a lei às assessorias de cobrança, alguns comportamentos devem ser evitados. Especialmente, no que diz respeito às práticas abusivas, tais como:

  • Chamadas insistentes
  • Ligações em horários impróprios
  • Abordagens intimidatórias
  • Usar os dados do devedor de forma indevida
  • Comunicar a terceiros sobre a dívida

Dessa forma, se o titular dos dados entender que a empresa não está em conformidade com a LGPD, ele pode acionar a Justiça e os órgãos de defesa do consumidor.

Em síntese, é possível recuperar o crédito, proteger os dados dos clientes e se manter em dia com a LGPD.

Para tal, é indispensável que as empresas estejam adequadas à lei e, caso queiram terceirizar a cobrança, devem se certificar de que a assessoria também esteja. Isso porque, se houver vazamento de dados, por exemplo, o credor pode ser responsabilizado e ter que pagar multa.

Saiba como nós protegemos todas as informações de nossos clientes

Proteger nossos dados, bem como as informações de nossos clientes, é uma prática indispensável na nossa rotina. E, nesse aspecto, a tecnologia se tornou a principal aliada quando o assunto é segurança.

Por isso, contamos com armazenamento de dados em nuvem, backups diários, roteadores e proteção de lógica, regras de proteção contra ataques e controle de acesso. Além disso, toda a estrutura do nosso CRM (Customer Relationship Management) também é na nuvem, hospedada na Amazon que protege as maiores empresas do mundo.

Tudo isso é feito para garantir que todas as nossas estratégias de cobrança estejam de acordo com a LGPD.

Mais recentes:

Estamos nas Redes Sociais